FAQ

Um guia rápido para as perguntas frequentes após os resultados de exame para as cadeiras sem oral obrigatória (primeiro semestre)

A AC faz média com a nota de exame, mas apenas se a nota de exame for inferior à nota de avaliação contínua, ou seja, a AC apenas serve para beneficiar, pois se a nota de exame for superior à avaliação contínua, a nota final é a nota do exame e não a média.

Além de fazer média nos casos mencionados supra, os alunos com uma avaliação contínua igual ou superior a 12 valores podem ir diretos à época de recuperação, basta não aparecer na época normal/primeira fase. Os alunos que forem a primeira fase, mesmo com uma AC superior ou igual a 12 valores terão sempre de entregar o exame. A época de coincidências é uma época especial que permite aos alunos que estão a repetir cadeiras organizar melhor o seu tempo: se um exame for a menos de 48h de um outro exame os alunos podem optar por ir a esta época especial. 

Sim. A avaliação contínua faz média com a nota de exame de segunda fase apenas se esta for inferior à AC, ou seja, se a nota de exame de época recuperação for superior à AC, a nota final é a nota do exame.  Exemplo: nota de exame 10, avaliação contínua 15, nota final será o 13. 

Sim. É sempre necessário ter no exame mais do que 10 valores no exame escrito para passar à cadeira, mesmo que a média com a AC seja positiva.

Em bom rigor a segunda fase chama-se época de recuperação. Para ir à época de recuperação não é preciso inscrição nenhuma, basta ter 12 ou mais de AC e não aparecer na primeira fase, ou tendo negativa na primeira fase aparecer na segunda. 

Cada aluno escolhe a data que preferir entre as opções disponíveis, sendo que normalmente são apresentadas duas datas possíveis para cada cadeira. A inscrição deverá ser feita via e-mail com o nome, número de aluno, e dia que pretendes realizar a oral para o gabinete de direito, o e-mail com instruções já deve estar na tua caixa de correio electrónico antes do lançamento das pautas.  Deves ter atenção pois a inscrição numa oral de melhoria tem de ser feita até dois dias uteis após o lançamento das pautas do exame escrito de primeira fase.

Sim, mas apenas é possível desistir sem pagar um valor pecuniário até 48h antes da oral de melhoria.

A nota com que vais a oral resulta da média da AC com a nota do exame escrito, a não ser que a nota do exame escrito seja superior à AC, caso em que a nota com que te apresentas a oral é igual à nota do exame escrito.

Sim, é possível baixar a nota numa oral de melhoria. Relativamente ao exame, se a nota de oral for inferior à nota de exame, a nota final será a média destas. Contudo, se a nota de oral de melhoria for superior à nota de exame, a nota final será a nota da oral de melhoria.

Não. Indo à segunda fase/época de recuperação, não existe a possibilidade de realizar uma oral de melhoria. Os alunos devem por isso pensar na melhor estratégia para cada cadeira. 

Pode-se sempre pedir para ver a prova escrita com o professor no dia que este agendar, contudo não existe um mecanismo institucionalizado de recurso de prova.

Não há aqui uma regra geral, mas os alunos que vão a oral de melhoria costumam estudar bem para as mesmas e subir pelo menos 1 valor na nota. Tudo depende do teu esforço!

Tudo o que foi aqui explicado resulta do REGULAMENTO DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO DA FACULDADE que pode ser consultado no site da faculdade  em: https://fd.lisboa.ucp.pt/pt-pt/about-fd/glance/regulamentos recomendamos que conheças muito bem o mesmo!